Análise preliminar aponta se candidato tem condições de estudar no Reino Unido

Lisandra Matias – Jornalista
02/07/2020

Consultoria faz avaliação gratuita com base nas notas do estudante, nível de inglês e recursos financeiros, considerando a opção de curso desejada

A OK Student , empresa de consultoria especializada em cursos de graduação e pós-graduação no Reino Unido, oferece um estudo preliminar gratuito para os jovens que querem estudar no país. É uma análise detalhada das informações do candidato — suas notas, nível de inglês e recursos financeiros –, feita por um consultor especializado, para verificar se há condições para ingresso numa universidade do Reino Unido.

Segundo Raimundo Sousa, diretor da OK Student , é fundamental ter essa análise prévia, pois mais da metade dos pedidos de estudo preliminar recebem resposta negativa. “Qualquer problema em um dos três itens considerados já compromete a viabilidade de estudar no país”. Esses três critérios também precisam estar alinhados com a escolha do curso e da universidade.

Ele dá como exemplo um candidato que tenha média 8 no último ano do Ensino Médio (soma das notas de todas as disciplinas dividida pelo número de disciplinas), nível de inglês intermediário-avançado e a disponibilidade de 20 mil pounds por mês. Se ele quisesse Medicina, ele não conseguiria ingressar por nenhum dos três aspectos, pois a nota mínima para pensar em se candidatar é 9, o nível de inglês deve ser avançado mesmo — o equivalente à nota 7,5 do Ielts — e o valor é insuficiente para custear a universidade. Porém, se essa mesma pessoa estivesse interessada por um curso de Engenharia, ela teria condições de atender aos três requisitos e seria aprovada.

O diretor pondera, no entanto, que uma consultoria adequada não deve se restringir a dizer para o estudante se ele tem ou não os requisitos necessários para entrar no curso desejado, mas como ele pode chegar lá, caso este seja realmente o seu objetivo. Por exemplo, se ele não tem a possibilidade de ingressar diretamente em Medicina, ele pode ir para o curso de Medical Science (Ciências Médicas) e depois se transferir para Medicina. “Em algumas instituições, os dez alunos de Medical Science, que concluírem o primeiro ano com as melhores notas, podem ingressar diretamente no primeiro ano do curso de Medicina. Na pior das hipóteses, ele faz três anos desse curso e, ao final, entra no segundo ano de Medicina. Neste caso, o estudante sacrificaria um ou dois anos no percurso, mas teria a possibilidade de realizar o seu sonho.”

O estudo preliminar na OK Student é sempre realizado de forma digital. O candidato preenche um formulário e tem o retorno por escrito. Também há a possibilidade de agendar uma conversa de 15 minutos com os consultores. Todo esse processo é gratuito.

“A análise preliminar é um importante recurso que o estudante tem para saber se ele está alinhado ou não a sua intenção de fazer um determinado curso no Reino Unido. Isso permite que ele faça planos para alcançar seus propósitos”, finaliza o diretor.


Últimas publicações
Consultoria internacional aposta no mercado brasileiro
Estudando em Cambridge
Os talentos de Oxford

Está gostando do conteúdo?

  • Então se inscreva em nossa 
  • newsletter e fique por dentro 
  • de todas as novidades!
×

Powered by WhatsApp Chat

× How can I help you?