Cidade natal dos Beatles, Liverpool tem muita história e cultura em suas raízes, além de ser palco constante de muita música e bola na rede

Quando se fala em Liverpool, logo vem a nossa mente aquele quarteto fantástico dos anos 60, formado por John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr. Os Beatles são aclamados até hoje por toda a cultura e arte de suas músicas e melodias, que arrastaram multidões em todo o mundo.

Hoje, a cidade inglesa que fica a apenas uma hora de distância de Manchester, abriga um dos maiores times de futebol do mundo, que também leva seu nome.

Se você está pensando em fazer sua graduação em Liverpool, saiba que a cidade conta com 4 grandes universidades que disponibilizam centenas de cursos voltados à saúde, entretenimento, finanças e, claro, música.

Conheça agora algumas opções diferenciadas para os amantes da música:

  • Teatro Musical – ministrado na Edge Hill University, o curso tem duração de 3 anos e foi projetado para combinar a criação prática de teatro musical com o estudo teórico. Nele você terá a oportunidade de descobrir como canto, atuação e dança se conectam e interagem para criar teatro musical, enquanto também explora em profundidade os aspectos acadêmicos do assunto para desenvolver seu conhecimento e compreensão do teatro musical.
  • Música Popular – Este curso foi desenvolvido pela The University of Liverpool com foco no desenvolvimento da compreensão dos repertórios, culturas e práticas associadas à música clássica e popular e conta com módulos práticos dedicados à performance musical, composição e orquestração, escrita de canções e tecnologia musical criativa.

 

E aí? Já arrumou as malas para encarar uma carreira musical? A OK Student está disponível para lhe dar todo o suporte e orientação na sua escolha e pré-requisitos para pleitear uma vaga em uma das universidades de Liverpool.

Conheça um pouco mais sobre o que é preciso para se candidatar a uma vaga

Depois de finalizar sua pós-graduação, chega a hora de se preparar para dar um passo adiante na sua formação: o mestrado e o doutorado.

Se você pretende fazer esses cursos no Reino Unido, veja abaixo dicas importantes sobre como se preparar e qual a documentação necessária para sua admissão.

Mestrado (Master’s Degrees) – Média de 1 ano e meio a 3 anos

– Formação superior completa com média de notas superior a 7;

– Experiência profissional na área pretendida;

– Sólido currículo acadêmico;

– Carta de motivação;

– Certificado IELTS de proficiência;

– Prova financeira de que tem condições de se manter no país pelo período estabelecido.

Doutorado (PhD ou EdD) – Média de 3 a 5 anos

– Não é obrigatório ter mestrado;

– Dependendo do doutorado, você também consegue o título de mestre durante o período de doutorando;

– Sólido currículo acadêmico;

– Vasta experiência profissional e/ou científica;

– Apresentação de tese;

– Prova financeira de que tem condições de se manter no país pelo período estabelecido;

– Certificado IELTS de proficiência.

A OK Student está preparada pra lhe dar todos os direcionamentos necessários para sua admissão em uma universidade britânica.

Entre em contato agora mesmo com nossos consultores para saber mais.

O país, que faz parte do Reino Unido, tem ótima localização, belezas naturais e uma história apaixonante

A Irlanda do Norte, país que tem pouco mais de 1,9 milhão de habitantes, é um lugar acolhedor, com uma rica história e paisagem exuberante. Sua capital, Belfast, abriga a Queen’s University, que conta com mais de 24 mil alunos, 15% deles internacionais, que moram em um dos alojamentos situados dentro ou ao redor do campus.

O país conta com exuberantes paisagens, como a Calçada dos Gigantes, uma área costeira feita de colunas de basalto entrelaçadas, a ilha de Rathlin, que tem pouco mais de 150 habitantes e é casa de centenas de aves e focas, ou mesmo o Tollymore Forest Park, que é uma área cheia de natureza com esquilos, cachoeiras e árvores típicas.

Já na parte de história e cultura, é possível visitar o Museu Ulster, que traz inúmeras obras relacionadas à história local, ou mesmo assistir a um show no Ulster Hall ou no Grand Opera House. Outro passeio imperdível é o Museu do Titanic, composto por galerias interativas que possibilitam uma viagem histórica, desde a construção do navio, ocorrida em 1911, até a redescoberta do navio no fundo do mar, que deu origem ao filme.

Outra vantagem de estudar na Irlanda do Norte é a proximidade e acessibilidade. A ilha é relativamente pequena e você pode conhecer a cidade a pé, de ônibus ou táxi, que possuem preços bem acessíveis. Viajar para países vizinhos também é possível. Já imaginou passar um final de semana em Dublin, na Irlanda? Pois bem, a viagem para a cidade é feita de ônibus e dura apenas 2h.

Se você está pensando em estudar na Irlanda do Norte, entre em contato agora mesmo com a OK Student e veja como se preparar para arrumar suas malas e viver essa nova experiência!

Carta de motivação é um dos principais documentos para sua admissão em uma universidade no Reino Unido

Falar sobre nós mesmos é uma dificuldade. Muitas vezes, não sabemos nos “vender” e demonstrar o que temos de melhor. Pois agora chegou a hora de você aprender a se preparar e mostrar todas as suas qualidades em uma única redação: a carta de motivação ou personal statement.

Esse documento é imprescindível para sua admissão em uma universidade britânica. Em no máximo 4000 caracteres, cerca de 700 palavras, você deve contar o que lhe motivou a pleitear uma vaga naquela instituição e contar, em linhas gerais, sobre sua vida, seus interesses, suas paixões e as razões que o fizeram escolher aquela universidade, fazendo com que eles tenham real interesse em aceitar sua requisição.

A carta deve ser escrita em inglês e para que você se sinta mais seguro e assertivo, a OK Student conta com uma consultoria especializada para direcionar você a escrever um personal statement adequado para cada universidade e torne seu perfil mais atrativo para os selecionadores.

Conte com a gente. Clique aqui, fale com um de nossos consultores e prepare-se para mais esta etapa decisiva para sua admissão em uma universidade no Reino Unido.

Se você pretende estudar e trabalhar no Reino Unido, conheça agora as cinco carreiras com os melhores salários

Agora que você já se decidiu por estudar no Reino Unido, começa uma nova etapa: a escolha das universidades e possíveis cursos. Se você ainda não se definiu por qual carreira seguir, mas pretende terminar o curso e trabalhar em solo britânico, vamos dar umas dicas de quais profissões são mais valorizadas por lá.

As áreas de saúde e TI são as que mais buscam profissionais e também são as que oferecem melhores salários. Conheça agora as profissões mais bem pagas, segundo informações do Reed, maior site de empregos do Reino Unido.

1. Médico Clínico Geral

O Clínico Geral é o profissional que faz o primeiro diagnóstico do paciente e, caso necessário, encaminha a um especialista. Trabalha em consultório e também na linha de frente em casos de emergência.

Salário médio mensal: £ 8.900

2. Psiquiatra

Os psiquiatras são responsáveis por tratar e diagnosticar pacientes com transtornos mentais. Além do conhecimento geral, esses profissionais também podem se especializar e trabalhar em diversos ramos e áreas, podendo atuar com crianças, adultos e idosos.

Salário médio mensal: £ 8.600

3. Arquiteto de Cloud

Esses profissionais de TI são responsáveis pelo projeto, construção, manutenção e implantação de serviços como, gerenciamento e monitoramento de nuvem, além de design de aplicativos.

Salário médio mensal: £ 8.100

4. Médico Ultrassonografista

Esses profissionais são responsáveis por realizar exames de ultrassom, monitorar condições (como gravidez ou varizes) e também diagnosticar problemas de saúde. Eles podem ser generalistas, atuando em qualquer área, ou se especializar em alguma área, como obstetrícia, cardíaca ou vascular.

Salário médio mensal: £ 7.900

5. Diretor Financeiro

O profissional é responsável por toda a organização de uma empresa, como financiamentos, registros e recebimentos, faturas, auditorias e demais políticas financeiras.

Salário médio mensal: £ 7.900

Além dessas, profissões ligadas à programação, segurança e gestão de equipes também estão em alta no Reino Unido.

E aí, já decidiu qual carreira você irá seguir? A OK Student lhe ajudará nessa missão e conta com profissionais qualificados e preparados para todos os passos, desde a escolha do curso até sua admissão em uma universidade no Reino Unido.

Conte com a gente. Clique aqui e fale agora mesmo com um de nossos consultores.

Estudar no Reino Unido já abre muitas portas para o sucesso de sua carreira, mas se você pretende melhorar ainda mais o seu currículo e ter diversas oportunidades em empresas multinacionais ou até mesmo desbravar uma carreira internacional, a pós-graduação é o primeiro passo para isso.

O processo de admissão de pós-graduação em universidades da Escócia, Inglaterra, Irlanda do Norte e País de Gales é muito semelhante ao processo para graduação:

  • Escolha de cursos e universidades compatíveis com a nota do IELTS;
  • Submissão dos documentos junto à universidade escolhida;
  • Apresentação de documentos como histórico escolar, certificado do IELTS, além de referências de professores da graduação;
  • Envio do Personal Statement.

Além disso, é necessário que você já tenha o visto em mãos, caso seja aprovado. O ano letivo nesses países tem início sempre em setembro.

Uma boa notícia para os pós-graduandos é que, caso o curso tenha duração maior que 12 meses, seus dependentes podem morar legalmente no país escolhido. Para isso, é necessário comprovar os laços, como cônjuges casados ou que vivam em união estável comprovada, filhos solteiros de até 18 anos ou maiores que dependam da família, por conta de uma condição física ou mental. Lembrando que para isso ser possível, é essencial que o estudante tenha mencionado os dependentes no momento da emissão de seu visto de estudante. Esta é mais uma oportunidade para você dar um up na sua carreira. A OK Student conta com profissionais especializados para lhe ajudar em todos o processo. Clique aqui e fale com a gente agora mesmo e dê o primeiro passo rumo à sua carreira internacional.

Conheça como surgiu uma das mais famosas tradições inglesas

Por volta de 1840, Anna Maria Russel, sétima duquesa de Bedford, sem imaginar, incorporou uma tradição que se prolonga até hoje em solo britânico: o chá das cinco.

A duquesa se queixava constantemente de fome no final do dia e, como o chá já era uma bebida conhecida de longa data, ela resolveu adicionar ao ritual alguns lanchinhos, pães, biscoitos, bolachas e fatias de bolo para enganar a fome até a hora do jantar.

Depois de um tempo, ela percebeu que o chá das cinco ficaria ainda mais agradável na companhia de outras pessoas e começou a chamar seus amigos para partilhar o momento. Gradativamente, o encontro se transformou em um evento social da nobreza e alta sociedade da época, em que era exigido o uso de trajes finos, como vestidos longos, luvas e chapéus.  Este evento era um motivo especial para encontrar amigos e falar sobre negócios e política.

Em pouco tempo, graças à sua influência na sociedade, o chá das cinco criado pela duquesa virou moda e acabou se tornando um símbolo cultural inglês.

Está preparado para vivenciar esta tradição quando for estudar no Reino Unido? Quais são as principais delícias que não podem faltar no seu chá das cinco?

A OK Student dá dicas importantes para você se sair bem nessa avaliação

IELTS significa International English Language Testing System, ou seja, é a forma que mais de 140 países utilizam para testar seu nível de inglês para que você possa estudar ou trabalhar em um outro país.

Atualmente, o IELTS é aceito em mais de 10 mil organizações mundo afora e é exigido pelos grandes programas de imigração.

O exame é essencial e eliminatório quando o assunto é pleitear uma vaga em uma universidade fora do Brasil, por isso é muito importante se preparar para realizá-lo de forma calma e objetiva e alcançar a melhor pontuação possível.

Cada universidade tem seu próprio ranking de pontuação mínima exigida e a OK Student tem acesso a todas essas informações e poderá lhe orientar na hora da escolha do curso e também da universidade.

O IELTS tem dois tipos de provas:

  • Academic – para quem vai estudar fora
  • General Training – essencialmente para imigração e trabalho

No caso do Reino Unido, existe uma versão especial da prova para estudantes, a chamada Academic UKVI, que é dividida da seguinte forma:

  1. Listening – 30 minutos – sem repetição
  2. Reading – 1h – três grandes textos para leitura
  3. Writing – 1h – uma redação e uma dissertação. Aqui vale uma dica importante: a dissertação vale o dobro de pontos, então, inicie a atividade por ela.
  4. Speaking – 11 a 14 minutos – três etapas: inicia com uma entrevista, depois acontece um monólogo, no qual o professor responsável lança um tema e fica avaliando sua postura e fluência e, por fim, perguntas aprofundadas sobre o mesmo assunto.

Para mais informações, clique aqui e fale com um de nossos consultores.

Além de acrescentar muita bagagem em seu currículo, estudar no Reino Unido pode lhe trazer ainda mais vantagens. Confira

Fazer sua graduação ou pós-graduação na Inglaterra, Escócia, País de Gales ou Irlanda do Norte lhe garante uma bagagem incrível, tanto em seu currículo como em sua vida pessoal e profissional, mas, além disso, você terá outros benefícios importantes. Veja abaixo quatro boas razões para estudar nestes países:

1 – Duração dos cursos mais curta e mais eficaz.

A média de duração de uma graduação no Reino Unido é de 36 meses. Já uma pós-graduação pode ser concluída em apenas um ano. Ou seja, uma ótima opção para quem deseja estudar em uma das melhores universidades do mundo e concluir o curso em um tempo menor do que o padrão praticado aqui no Brasil ou em outros países. Além disso, mesmo pagando em Libras, você terá uma grande economia, pois investirá um ano a menos em sua graduação.

2 – Fluência na língua nativa

Antes de se candidatar a uma vaga em universidade britânica, é necessário o teste de proficiência IELTS, mas, será no dia a dia na universidade, convivendo com nativos e amigos de outros países, falando e ouvindo inglês 24h, que a sua fluência na língua passará a ser cada dia maior e melhor, o que lhe trará vantagens na hora de disputar uma vaga de emprego no regresso ao Brasil ou mesmo em uma carreira internacional.

3 – Trabalhar enquanto estuda

Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte permitem que estudantes internacionais trabalhem meio período enquanto estudam. Isso garante maior autonomia aos alunos, além de proporcionar conhecimento e possibilidade de interação com empresas, indústrias e comércio locais, bem como interação com turistas e visitantes de todo o mundo.

4 – Multiculturalidade

O Reino Unido é sinônimo de cultura e conhecimento e você terá a possibilidade de visitar inúmeros lugares como teatros, museus, estúdios e pubs que têm muita história pra contar.

Além disso, graças à sua excelente localização, você conseguirá visitar países vizinhos com baixo custo de deslocamento e muita agilidade.

Agora é a hora de você dar um up em sua vida profissional e se graduar em uma das melhores universidades do mundo. A OK Student tem um time preparado para lhe orientar em todas as etapas e transformar seu sonho em realidade. Quer conversar com um de nossos consultores agora mesmo? Clique aqui e entre em contato com a gente.

Conheça algumas tradições britânicas, que vão desde uma procissão com tochas à uma inusitada corrida de caracóis

Cada país tem suas tradições e maneiras diferentes de comemorar datas importantes ou até mesmo festividades regionais e com os ingleses não é diferente.

Tradições antigas e outras festividades mais modernas fazem parte dos momentos de alegria e descontração dos britânicos. Conheça alguns deles.

Burning of the Clavie: Conhecido também como Festival do Fogo Escocês, ninguém sabe como começou ou por que começou, mas claramente tem origens pagãs. Todo dia 11 de janeiro, os escoceses incendiam barris de uísque e levam para as ruas como uma fogueira, sinônimo de boa sorte para o ano que se inicia.

Up Helly: Mais uma tradição escocesa, que também acontece em janeiro, porém, somente nas Ilhas Shetland, região da Escócia, próxima da Escandinávia, que tem forte ligação com os Vikings e, desta forma, enaltecem a cultura deste povo. Os habitantes caminham em uma procissão, com tochas acesas e o tradicional Galley – Barco Viking – e depois ateiam fogo no barco. O festival conta com música tradicional e muita dança durante toda a noite que segue até o outro dia.

Pancake Day: Comemorado em fevereiro em diversas cidades do Reino Unido, os moradores comemoram a terça-feira de carnaval, pulando cordas e competindo em uma hilária corrida com panquecas em frigideiras, tradicionalmente comem também muitas panquecas neste dia, porque no dia seguinte começa o jejum da Quaresma.

Snail Racing: Essa inusitada competição acontece no condado de Norfolk, na Inglaterra. Os caracóis têm que “correr” de um círculo interno para outro externo e o caracol vencedor ganha bastante alface. Já os donos dos caracóis e demais participantes do evento se divertem com muita festa e um generoso churrasco ao final do dia.

Burning the Clocks: Festival que acontece em 21 de dezembro em Brighton, Inglaterra, para celebrar o Solstício de Inverno. Os moradores participam de uma procissão e levam lanternas, feitas de papel, em diversos formatos como dragões, criaturas míticas, alienígenas e em formato de relógios para representar a passagem do tempo. A festa termina com uma grande queima de fogos.

E aí… Qual dessas festas você gostaria de participar?