Idioma |

Estudante pode combinar graduação e trabalho no Reino Unido

Lisandra Matias – Jornalista

02/07/2020

País estimula que jovens tenham experiência profissional desde cedo; é possível realizar atividade de até 20 horas semanais, e salários giram em torno de £560 mensais

Se você pensa em fazer uma graduação no Reino Unido, uma forma de conseguir um recurso extra para se manter no país é por meio de um trabalho de meio período. O emprego part-time permite que o estudante internacional concilie seus estudos com um trabalho de até 20 horas semanais.

“Incentivar os jovens a terem experiência de trabalho desde cedo faz parte da cultura do país”, explica Raimundo Sousa, diretor da Ok Student, empresa de consultoria para estudantes brasileiros que querem ingressar numa universidade no Reino Unido. Ele diz que esse tipo de trabalho é legalmente permitido para estudantes, a partir dos 16 anos de idade, e há todo um incentivo para essa prática por parte do governo, tanto para o estudante trabalhador, como para a entidade patronal, uma vez que há desoneração da carga tributária nessa situação.

Sousa conta que é comum no Reino Unido o jovem colocar em sua carta de motivação para a universidade as referências profissionais que já teve, sejam experiências de trabalho ou de voluntariado, pois elas valorizam a sua trajetória. Ele também cita o caso do filho do jogador David Beckham, que, anos atrás, foi trabalhar como garçom em uma cafeteria de Londres. “Ele foi cumprir um papel cultural que é parte do processo de formação do jovem”.

Em relação a conseguir dar conta do estudo e do trabalho, o diretor explica que a carga horária dos cursos e o próprio currículo favorecem a integração com experiências práticas. “O método de ensino britânico é desenhado de forma completamente diferente do que estamos acostumados no Brasil. Há poucas horas em sala de aula — a média é de 14 horas por semana — e mais tempo para outras atividades, o que inclui prática profissional.

O estudante trabalhador costuma fazer de tudo, e sua atuação inclui desde trabalhar em lojas, fast foods e empresas de delivery, até realizar algo na sua própria área de formação, alinhado com a graduação que cursa. Os salários ficam em torno de ‎£7 por hora, o que representa ‎£560 por mês. “Se a escola e alojamentos estão pagos, essa quantia é suficiente para se viver muito bem”, afirma o diretor. Para Sousa, essa experiência de trabalho é muito vantajosa para o estudante internacional, pois é uma oportunidade de desenvolver suas habilidades linguísticas, enriquecer seu vocabulário e conviver em espaços diversos, com diferentes perfis de público. “Ele também vai treinar competências relacionadas ao ambiente de trabalho, como responsabilidade e respeito à hierarquia, que serão importantes no futuro, no desempenho das funções de qualquer carreira”.

A Ok Student pode orientá-lo em todo esse processo, através de uma consultoria acadêmica completa, que leva em conta sua realidade, objetivos e interesses para encontrar o curso, universidade e cidade ideais para você! Tratamos também de toda a parte burocrática para que você não precise se preocupar com nada, além de ter uma experiência incrível no Reino Unido!

Está gostando do conteúdo?

  • Então se inscreva em nossa 
  • newsletter e fique por dentro 
  • de todas as novidades!