01

Escolha do curso

Este passo é sem dúvida o mais importante, já que ele determinará o seu futuro, sucesso, felicidade e condicionará os passos seguintes.

As universidades do Reino Unido oferecem, em conjunto, mais de 43.000 cursos – cerca de 35.000 de graduação e cerca de 8.000 de pós-graduação. Existem cursos que você sequer imagina. Cursos com profissões combinadas (exemplo criminologia e jornalismo; matemática e psicologia); cursos de novas profissões – os chamados cursos de futuro – com altíssima empregabilidade e salários invejados (exemplos Cyber Security, Computer Forensics, Sound Design); e cursos de graduação com pós-graduação integrada.

Cada curso possui diferentes requisitos de entrada. Alguns exigem disciplinas específicas, outros exigem que passe por testes iniciais que comprovem a aquisição de conhecimentos mínimos. Como estudante cujo primeiro idioma não é o inglês, você deve também levar em conta o nível de proficiência exigido pela universidade em função do curso pretendido. Em alguns casos um IELTS 6 é suficiente, já em outros pode ser necessário um bem mais elevado.

Aconselhamos que escolha o curso em função dos seus gostos e expectativas e deixe de lado todo o resto. Às vezes, não é uma tarefa fácil e podemos acabar sendo influenciados pela família ou por nossos amigos, mas você deve ter em mente que é você quem irá fazer o curso e exercerá a profissão no futuro. Portanto, escolha algo pelo qual seja apaixonado ou pelo menos que goste de estudar. Além disso, recomendamos que você selecione a carreira (ou a área de estudo) antes da própria universidade. Há momentos em que, devido ao marketing, aparência no currículo ou crenças pessoais, tendemos a querer estudar em uma universidade específica a todo custo, independentemente, se a universidade é boa nessa área de ensino específica.

Se você ainda tiver dúvidas, pergunte-se o seguinte: O que me interessa? Que habilidades eu tenho? Existe algum assunto que chamou minha atenção? No futuro, quero trabalhar para uma empresa ou para mim? Preciso começar meus estudos universitários agora ou talvez eu esteja interessado em um ano sabático para encontrar respostas? Leia como escolher um curso.

02

Escolha as universidades

Depois de saber com certeza que área de estudo você deseja, poderá selecionar no máximo 5 universidades do Reino Unido que sejam compatíveis com o seu perfil e histórico escolar para que sua candidatura seja aceita e você não perca tempo.

Se quiser estudar Economia, por exemplo, encontraremos uma grande variedade de universidades que disponibilizam cursos nessa área. Para escolher a universidade, não se deixe levar pelo nome do curso, pois o conteúdo de Economia na universidade A pode não ser o mesmo da B, resultando em duas carreiras completamente diferentes, que compartilham apenas a denominação.

É essencial fazer uma análise completa para garantir que o curso na universidade em questão atende às suas expectativas acadêmicas, sociais e sirva de base para as atividades em que você pretende se ver envolvido no seu futuro profissional.

03

Escreva a Carta de Motivação

A Carta de Motivação ou em inglês Personal Statement, é a chave para você entrar numa universidade do Reino Unido, podendo ser até mais importante que as notas do seu certificado de conclusão do Ensino Médio.

Entre as solicitações das universidades, esta é mais temida pelos estudantes. Você precisa convencer as universidades selecionadas de que você é a pessoa certa e por que elas devem aceitar você como um dos seus alunos. Também vale a pena comentar o porquê da escolha e o curso em questão. Dessa forma, os responsáveis pelas admissões podem conhecê-lo um pouco melhor.

Damos ênfase especial a esse passo em nosso serviço de consultoria, pois é uma das partes mais críticas do processo da candidatura. Você deve produzir uma Carta de Motivação com os pontos que cada universidade considera mais relevante, tornando seu perfil mais atrativo para os selecionadores. Uma Carta de Motivação mais atraente melhora o perfil geral do aluno.

04

Reúna todos os documentos

Para enviar a candidatura à universidade, além da carta de motivação, você precisa de várias informações pessoais, a cópia do seu passaporte, o certificado escolar do último ano concluído e uma carta de recomendação.

No processo será solicitada informação pessoal adicional para que as universidades possam determinar a taxa que você deve pagar, caso seja aceito. É muito importante verificar se todas as informações fornecidas são verdadeiras e corretas, caso contrário, podem ocorrer atrasos no processamento da candidatura.

As universidades precisam saber onde você estudou e o que você está estudando para que possam decidir se o aceitam. Tente contribuir com todas as anotações que você possui (estudos secundários). Se você estiver estudando ou vai começar a estudar envie o certificado de conclusão com o nome das disciplinas e as respectivas notas de conclusão. Também deve mencionar o nome das disciplinas que está frequentando (as notas finais serão enviadas quando o ano terminar). Você deve mencionar qualquer outro curso que tenha frequentado e que julgue relevante, principalmente com relação à língua inglesa. Se você tiver dúvidas, sempre pode nos consultar.

Você precisa enviar uma carta de recomendação de um tutor ou professor da sua escola que o conheça bem o suficiente para recomendá-lo positivamente. Essa pessoa escreverá uma referência pessoal acadêmica sobre você.

05

Encaminhe suas candidaturas

É muito importante que você saiba que deve enviar a candidatura à universidade enquanto esteja no 3º ano do Ensino Médio.

Sim, é isso aí! Para você se candidatar a uma universidade do Reino Unido não precisa esperar terminar o Ensino Médio, deve fazê-lo o mais cedo possível, mas claro, você também poderá enviar a candidatura depois de o ter terminado.

Dependendo do curso e da universidade a que pretende candidatar-se, existem quatro datas limite para o envio das candidaturas: 15 de outubro, 15 de janeiro, 24 de março e 30 de junho. Se não cumprirmos estes prazos, em algumas situações você ainda se poderá candidatar, mas a sua admissão dependerá do curso, da universidade e da disponibilidade de vagas.

É muito importante que verifique qual das datas mencionadas é para o curso e universidade que pretende e também ver a data de início do curso, pois nem todos os cursos acadêmicos começam na mesma época do ano.

Graças ao canal direto que possuímos no departamento de candidaturas de dezenas de universidades, acompanhamos de perto os processos até a sua conclusão, o que nos permite atender em tempo hábil qualquer solicitação adicional.

06

Conditional offer

Ao enviar a candidatura, se tudo estiver correto, devemos aguardar o recebimento das ofertas das universidades escolhidas inicialmente.

Se você fez a candidatura antes de concluir o 3º ano e a universidade gostou da sua candidatura, você receberá uma Oferta Condicional, conhecida no meio acadêmico inglês pelo termo Conditional Offer. Esse tipo de oferta significa que a universidade o está aceitando, que o seu lugar já fica garantido, desde que sejam atendidos os requisitos até à conclusão do Ensino Médio. A universidade pode pedir, por exemplo, uma certa média acadêmica; uma nota mínima em alguma disciplina específica; um nível de proficiência na língua inglesa, como uma determinada nota no IELTS ou equivalente; ou uma combinação das opções anteriores.

Neste estágio, você deverá decidir qual a sua 1ª e 2ª opção de universidade para poder se focar nos objetivos a perseguir.

07

Unconditional offer

Se ao final do ano letivo, você conseguiu atender a todos os requisitos acadêmicos e linguísticos que a universidade estabeleceu na Condicional Offer, então agora está na hora de você comprovar isso enviando a cópia dos documentos à universidade.

Eles ainda poderão solicitar que se cumpram alguns requisitos adicionais, tais como financeiros ou médicos. Lembre-se que, se a escola emitir o boletim final em português, as universidades exigirão uma tradução juramentada para o inglês, para que possam verificar se tudo está de acordo com os requisitos da oferta. Portanto, certifique-se de ter um tradutor que resolva este item rapidamente para você, caso seja necessário. Como alternativa, você pode entrar em contato conosco para cuidar da tradução.

Tudo certo e você receberá da universidade a sua Unconditional Offer que é o passe para você ingressar na universidade tratar de todo o resto para a sua viagem, poder residir e estudar no Reino Unido. Se recebeu duas ou mais unconditional offers está na hora de você eleger a universidade escolhida, comunicar à universidade a sua aceitação firme e descartar as outras opções.

Aceitação firme: é a opção que você elegeu como sendo a mais interessante para você, e a qual vai se comprometer a ir. Quando você aceitar uma unconditional offer, estará concordando em ir para essa universidade. Nesse caso, você não poderá frequentar nenhuma das outras universidades que tinha em aberto como opções alternativas.

08

Candidate-se ao alojamento

Existem muitos benefícios em morar em residências da Universidade – halls of residences, como são chamados.

Aqui estão três fortes razões para optar por esta acomodação:

Comunidade estudantil forte – Viver nos halls é uma ótima maneira de conhecer outros estudantes. Você poderá aproveitar ao máximo os espaços compartilhados para estudar, comer, assistir vídeos e praticar esportes juntos.

Segurança e proteção – Nos halls existem equipes de recepção e segurança 24 horas, para que haja sempre alguém por perto para ajudar. A equipe também corrigirá problemas de manutenção rapidamente.

Proximidade – Os alojamentos ficam no próprio campus ou relativamente próximos e com fácil acesso seja a pé ou de transporte público.

Os novos alunos podem se inscrever para conseguirem um alojamento a partir de abril. As vagas são limitadas, portanto, recomendamos que você se inscreva o mais cedo possível.

Quando recebe a unconditional offer da universidade, você receberá um Número de Estudante. Esse número e outros dados pessoais são a chave para candidatar-se a uma residência da universidade. Para fazê-lo você pagará à universidade uma taxa inicial de inscrição que posteriormente será abatida no preço do alojamento.

09

Obtenha o visto

Para conseguir estudar no Reino Unido você precisa obter o visto de estudante Tier 4, só ele permitirá que viva tal experiência. Para isso, existem exigências legais que você precisa atender, e apresentar provas que são solicitadas.

Caso ache confuso ou tenha dúvidas, poderá contar com os profissionais da OK Student que estão aptos a ajudá-lo em todo o processo.


Leia as informações específicas sobre este tópico.

10

O que fazer quando chegar

Logo ao chegar, deve fazer o check-in no Hall of Residence da universidade para se instalar, deixar as suas coisas e descansar depois da longa viagem que acabou de fazer.

Dependendo da hora que chegar, no dia seguinte procure cumprir as seguintes tarefas:


Faça a matrícula na secretaria da universidade levando todos os documentos originais.

Após ter o comprovante do Hall of Residence e estar de posse do documento que comprova sua matrícula na universidade, deverá ir a um banco e abrir uma conta corrente.

Finalmente deverá inscrever-se no NHS que lhe dará direito ao sistema de saúde e obter o seu National Insurance Number, o equivalente ao CPF brasileiro, que lhe permitirá trabalhar case deseje. No Reino Unido, os estudantes trabalharem part-time, faz parte da cultura do país. Como estrangeiro com visto de estudante, pode-se trabalhar até 20 horas por semana, ganhando em torno de 7£/hora.