Instituição fundada em 1826, que tem feito importantes estudos sobre a Covid-19, reúne 29 ganhadores de Prêmios Nobel e possui mais da metade de seus alunos vindos de outros países

Por Lisandra Matias

Diante da pandemia do novo coronavírus, universidades de todo o mundo têm direcionado suas pesquisas para compreender melhor os impactos relacionados à Covid-19 e conter o seu avanço. Nesse cenário, a University College London (UCL) tem contribuído com estudos para melhorar o diagnóstico e ajudar no desenvolvimento de uma vacina para a doença e também na divulgação de informações à população e às autoridades de saúde do Reino Unido e também do mundo.

Entre os principais estudos realizados pela UCL estão o desenvolvimento de um novo protocolo para o sequenciamento genético do novo coronavírus (em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz, a Fiocruz), a sua relação com possíveis danos cerebrais e uma das pesquisas (Virus Watch) mais abrangentes sobre transmissão e imunidade da Covid-19, realizada com 42 mil voluntários no Reino Unido.

A forte atuação da UCL no combate à Covid-19 fez com que a instituição ganhasse destaque na mídia. Mas, seus atributos vão além disso. Fundada em 1826, UCL é a universidade mais antiga da capital inglesa e pioneira em várias frentes. Foi a primeira na Inglaterra a ter mulheres na educação universitária, a receber estudantes de qualquer religião ou origem social e a ensinar inglês, alemão, química e engenharia.

Atualmente, suas 11 faculdades reúnem mais 43 mil alunos de cursos de graduação e de pós-graduação, em áreas diversas, que vão de engenharia, medicina e ciências ambientais e exatas, a ciências sociais aplicadas, artes e humanidades. Com 29 ganhadores de Prêmios Nobel e presente nas primeiras colocações dos principais rankings internacionais de educação e ciência, seu ensino e pesquisa são reconhecidos mundialmente pela excelência e impacto global. Entre os principais temas de estudo e ações estão neurociência e primeira infância, medidas de combate à fome, descobertas sobre o buraco negro e terapias genéticas.

A internacionalização é outra forte marca da UCL, que possui parcerias com instituições de todo o planeta. Mais da metade de seus alunos são estudantes internacionais, o corpo docente reúne professores de diferentes nacionalidades.

A UCL faz parte de uma federação de cerca de 20 instituições de ensino superior, reunidas sob o nome da University of London. Também integra o chamado Golden Triangle das universidades britânicas, que designa as mais prestigiadas instituições educacionais de Londres, Oxford e Cambridge, que inclui também Imperial College London, King’s College e London School of Economics and Political Science.

Cambridge está entre as mais disputadas universidades do Reino Unido e oferece cursos diferenciados e de alta procura

Fundada em 1209, a Universidade de Cambridge é a segunda mais antiga do mundo e, atualmente, conta com mais de 20 mil alunos, dentre eles, 35% estrangeiros.

A Universidade oferece cursos tradicionais, como Economia, Filosofia, História, Ciências e Direito, além de Medicina e Veterinária, mas também conta com graduações diferenciadas, que apresentaremos para você agora.

Anglo-saxão, nórdico e celta – Para os apaixonados por história, literatura e línguas medievais, o curso abrange toda a cultura, história, literatura e línguas dos povos da Grã-Bretanha, Irlanda e do mundo escandinavo no início da Idade Média.

Estudos da Ásia e do Oriente Médio – Neste curso, você poderá estudar as culturas por meio de sua linguagem e desenvolver habilidades práticas e conhecimentos específicos que ajudarão a compreender nosso mundo atual. Além disso, você também pode fazer um curso de línguas, que pode ser árabe, hebraico, persa com um idioma europeu moderno.

Línguas modernas e medievais – O curso de Línguas Modernas e Medievais (MML) é interdisciplinar e viaja entre muitos períodos e países, desde a arte renascentista italiana ao cinema brasileiro contemporâneo, passando pelos contos populares alemães até o realismo socialista na Rússia de Stalin.

Quer estudar em Cambridge? Então clique aqui e receba o suporte de um de nossos consultores que vão detalhar todos os passos para se chegar em Cambridge ou em algumas das melhores Universidade do Reino Unido.